O Instituto


O Instituto Noos é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, fundada em 1994 e reconhecida como de Utilidade Pública Federal.

Noos significa “mente” em grego. Outra referência ao nome da instituição é a “Noosfera”, conceito do filósofo Teilhard de Chardin, que dizia que a Terra está coberta por uma camada de pensamentos e ideias, uma conexão entre todas as mentes e povos do planeta.

O Noos constituiu-se com profissionais das ciências humanas, sociais e da saúde, com o objetivo de desenvolver e a difundir práticas sociais sistêmicas voltadas para a promoção de saúde dos relacionamentos nas famílias, grupos, escolas, equipes profissionais e instituições.

Atualmente atuando em São Paulo, as principais atividades do Instituto incluem: atendimento em terapia familiar e de casal; mediação transformativa de conflitos; cursos de aprimoramento para profissionais das chamadas profissões de ajuda na área da saúde, educação e desenvolvimento de comunidade; cursos de facilitação de grupos reflexivos de gênero.

 
 
 

 

Cuidando das relações familiares e comunitárias: História do Instituto Noos

Em 1992, Carlos Eduardo Zuma e Jorge Bergallo, psicólogos, André Souza Rego e Helena Julia Monte, psiquiatras, formalizaram os trabalhos que vinham fazendo juntos na área de atendimento a famílias, no Rio de Janeiro, constituindo o Instituto Noos.



Em 2015, vinte e três anos depois, Carlos e Jorge, que continuavam como gestores do Noos, foram entrevistados por Emerson Rasera Jr. A entrevista foi publicada no número 50 da revista Nova Perspectiva Sistêmica com o título Cuidando das relações familiares e comunitárias: notas sobre a história do Instituto Noos, contando o início dessa história e os principais pontos do percurso, que resumimos aqui.


SAIBA MAIS SOBRE A HISTÓRIA DO INSTITUTO NOOS
 
Colabore