Aprimoramento


Cursos de curta duração, workshops, grupos de estudo oferecidos a terapeutas de família formados ou em formação e a outros profissionais que trabalhem com famílias, grupos e desenvolvimento de comunidade.

Curso

Formação Continuada para Terapeutas Familiares


Objetivo Geral: Ampliação dos conhecimentos teóricos e aperfeiçoamento da prática sobre os temas acima citados.

Metodologia: Minicursos online com duas aulas mensais para cada tema, que oferecem repertório teórico e vivência num total das 5 horas às 4ª e 5ª feiras das 19h00 às 21h30. A inscrição é por curso, facilitando a escolha conforme o interesse de cada um.


Saiba mais e inscreva-se | →
Curso

Metodologia de Grupos Reflexivos de Gênero


Objetivo: Oferecer uma edição on line da metodologia de grupos reflexivos de gênero, conforme proposto pelas publicações e experiência do Instituto Noos, considerando também a adaptação da metodologia ao sistema virtual


Saiba mais e inscreva-se | →
Curso

Diálogo como Prática de Cuidado com a Rede


Oferecer experiências de diálogo colaborativo aos trabalhadores da rede socioassistencial de modo a construir e fortalecer as práticas de proteção e cuidado necessárias aos seus atores e ao bom funcionamento da rede.

Curso

Curso literatura infanto-juvenil como uma ferramenta para o trabalho terapêutico com crianças


A literatura infanto-juvenil como uma ferramenta para o trabalho terapêutico com crianças
Objetivo: Conhecer e utilizar a literatura infantil no trabalho terapêutico de famílias com crianças.
Conteúdo: Apresentar livros infantis de autores reconhecidos que se destacam pela qualidade da linguagem e adequação dos temas sensíveis ao desenvolvimento emocional e social das crianças, tais como: medo, perda, separação dos pais, nascimento de irmãos, morte de amigos ou parentes, raiva, resolução de conflitos, autoconfiança, compreensão, aceitação das diferenças.

Curso

Aportes filosóficos e conceituais para uma prática dialógica II


As múltiplas formas de violência de gênero, racismo e desigualdades estruturais nos desafiam em nossa busca por uma prática dialógica e colaborativa que tenha um olhar para as interseccionalidades raça/classe/gênero.
Como ampliar possibilidades de escuta, reflexão e conversa em contextos que tantas vezes beiram o intolerável? Como continuar apostando na mudança e na saúde das relações levando em conta esses atravessamentos? Como nossa escuta pode acolher contextos sociais mais amplos, em toda sua diversidade e complexidade? Convidamos profissionais compromissad@s com uma postura colaborativa e dialógica em suas práticas clínicas, sociais, educacionais e de cuidado que desejam ampliar possibilidades de conversação e diálogo em sintonia com esses desafios a conhecer e estudar as contribuições de pensador@s como:

Achille MBembe ▪ Silvio Almeida ▪ Lia Vainer Schucman
Grada Kilomba ▪ Maria Aparecida Bento ▪ Djamila Ribeiro
Judith Butler ▪ Guacira Lopes Louro
Frantz Fanon ▪ Sylvia Wynter ▪ Catherine Walsh
Paulo Freire ▪ bell hooks ▪ Jaqueline de Jesus

Carga horária: 40 horas

Curso encerrado, vídeo-aulas disponíveis para compra.


Clique aqui para adquirir as vídeo-aulas | →

Coordenação: Leonora Corsini: Psicóloga, mestre em Psicologia Social, doutora em Serviço Social e terapeuta de família formada pelo ITF – Instituto de Terapia de Família do Rio de Janeiro. Além da prática clínica, onde tem experiência no atendimento individual, a famílias e casais e na facilitação de conversas em grupo, é docente e supervisora de terapeutas para o atendimento em terapia familiar. É associada efetiva do Instituto Noos, no qual coordena a Clínica Social. Como pesquisadora, vem se dedicando, desde 2003, aos estudos sobre migrações, direitos humanos, acolhimento e integração de migrantes, refugiados e solicitantes de refúgio, em seus atravessamentos étnico-raciais, interculturais e de saúde mental. Seu interesse atual de pesquisa é a interface entre a prática de acolhimento a famílias de migrantes e refugiados, bem como o debate sobre as lutas contra o racismo, a xenofobia, a LGBTfobia a partir de abordagens e práticas colaborativas-dialógicas.

Curso

Aportes filosóficos e conceituais para uma prática dialógica - 40 horas aula (Módulo I)


Dialogismo, polifonia, interação dialógica, sujeito polifônico, sintonia emocional, entre outros, são conceitos cada vez mais frequentes nas práticas terapêuticas pós-modernas e colaborativas, especialmente na nova abordagem que vem sendo desenvolvida por Jaakko Seikkula e colaboradores para trabalhar com pessoas portadoras de transtornos psiquiátricos e seus familiares, conhecida como Open Dialogue. Neste curso serão apresentadas ideias, conceitos e contribuições teóricas de autores que dialogam e são referência para esta prática, provenientes de diferentes campos do conhecimento, tais como a filosofia, os estudos linguísticos e literários, a psicologia social, a psicologia do desenvolvimento, etc.
O objetivo do curso é conhecer, revisitar e discutir alguns temas, conceitos e ideias propostos por autores que trazem contribuições importantes para uma prática dialógica, tais como: Dialogismo e polifonia; texto, enunciado, alteridade (Mikhail Bakhtin); Pensamento e linguagem; mundo exterior e discurso interior (Lev Vygotsky e Mikhail Bakhtin); Práticas discursivas e poder (Michel Foucault); Hospitalidade e acolhimento – limites e fronteiras da hospitalidade ao outro absoluto, o estrangeiro (Jacques Derrida); A consciência como fluxo e a polifonia da atenção (William James); Das representações sociais à mente dialógica (Ivana Marková)


Inscrições encerradas

Datas Dez encontros de 4 horas cada, de 9h às 13h, com início em julho de 2019.

Coordenação: Leonora Corsini, psicóloga e terapeuta de família, mestre em Psicologia Social e doutora em Serviço Social, tem experiência com pesquisa, docência e treinamento para terapeutas. Membro do Conselho Gestor do Instituto Noos, é coordenadora da Clínica Social de Famílias.

A quem se destina: Terapeutas de família e casal, psicoterapeutas, educadores, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, médicos e demais profissionais da saúde e da atenção psicossocial que se interessem em desenvolver e incluir as práticas dialógicas em seu trabalho.

Curso Semestral

A reflexão como postura fundante de práticas dialógicas - Tom Andersen e seguidores - 28 horas aula


O atendimento familiar ou facilitação de processos grupais sob a perspectiva da reflexão como conceito organizador do diálogo. O abandono do lugar de especialista no conteúdo por parte do terapeuta e sua nova definição como especialista na co-construção do diálogo; a mudança do lugar da linguagem – da representação à construção da realidade e as implicações éticas e epistemológicas da mudança da compreensão do lugar das relações na constituição do sujeito são decorrentes dessa inovadora abordagem desenvolvida por Tom Andersen e sua equipe na Noruega nos anos 80.


Docente: Helena Maffei Cruz


Bibliografia
Andersen, T. - Processos Reflexivos, Tradução Rosa Maria Bergallo. Rio de Janeiro Instituto Noos, 2002.

Metodologia de grupos reflexivos de gênero - 24 horas aula

O Instituto Noos-SP, instituição com longa tradição em trabalhos com gênero, família e prevenção à violência, oferece a quarta edição do curso de Metodologia de Grupos Reflexivos de Gênero.
O objetivo é oferecer um curso teórico-vivencial para a formação de pessoas interessadas em capacitar-se metodologicamente em ações grupais no campo de estudos de gênero, bem como sua articulação com a problemática da violência doméstica e intrafamiliar, que poderão atuar como Facilitadores em Grupos Reflexivos de Gênero conforme proposto pelo Instituto Noos em sua Metodologia de Grupos Reflexivos de Gênero (Beiras & Bronz, 2016).

Coordenação: Adriano Beiras e Alan Bronz

Aprendendo crianças com o cinema e a literatura - 40 horas aula

Encontros quinzenais


A literatura e o cinema são mestres preciosos que nos propõem situações inusitadas para refletirmos sobre os significados construídos por seus personagens. A expressão “aprender crianças” visa desnaturalizar as ideias contidas na expressão tradicional “ensinar crianças” significando que sem aprender quem é cada criança não podemos ensiná-las.
O curso propõe a exploração de como uma criança constrói seu mundo, exprime suas necessidades e significa as respostas que recebe, em situações as mais diversas através da reflexão sobre filmes e livros e articulação teórica das diferentes construções de significado de crianças protagonistas de narrativas literárias e cinematográficas.
Os encontros alternarão conversas a partir de um filme (compacto exibido no encontro) e a partir de um livro.

Filmes: A culpa é de Fidel, O que eu mais desejo, A casa do meu amigo, Minha vida de menina
Livros: Infância, O menino do pijama listrado, Festa no covil, Nu de Botas e Minha vida de menina
Coordenação: Helena Maffei Cruz

Terapia de família com crianças - 30 horas aula


Pesquisa realizada nos Estados Unidos mostrou que 40% dos terapeutas familiares nunca incluem crianças em suas terapias e 31% convidam-nas sem realmente inclui-las na terapia.

O objetivo deste grupo é possibilitar ao terapeuta estar mais a vontade e ter mais confiança no trabalho com crianças, aprendendo a suportar desconforto, insegurança e caos na sessão e ser útil para a família com crianças pequenas. Conhecendo mais sobre infância e crianças, apego e constituição narrativa do self você vai se apaixonar.

Coordenação: Helena Maffei Cruz e Vera Colonelli

Colabore